Notícias

Um pedaço da Itália em Joanópolis

Por   | 

Armazém Cachoeira – mas pode me chamar de Armazém do Brás

35049959_1296886223779896_1915062738317475840_n

Em meio a bruxas e duendes, um local em Joanópolis desperta a atenção do público. Não é restaurante. Não é bar. Na verdade é uma mistura de um pouco de cada coisa. O dono, um senhor grandalhão e bonachão, simpático na medida certa, é o chef e garçon ao mesmo tempo. Simples e com agradável sotaque do Norte da Itália seu Brás vai logo oferecendo a sua alichella  em um pedacinho do pão que ele mesmo faz. Até que o cliente não reclame, ganha um pedaço de alho crocante com uma folha de manjericão sob o quitute delicioso, delicadamente colocado como se fosse a própria cereja sobre o bolo.

A casa tem apenas duas mesas grandes, tipo confraria. Ali tudo que é servido é baseado no conceito novaiorquino do “finger food” (quando não há necessidade de talheres à mesa). Porções de mortadela com limão, salames nacionais ou italianos renomados, queijos Canastra, – e um queijo holandês dos Deuses, tão maravilhoso quanto o preço caro, R$ 150 o quilo, mas vale à pena cada grama – além dos italianíssimos parmigiano reggiano e Granna Padano e por aí vai. O garimpo também vale. Lá é possível achar o que não se encontra até no Santa Luzia, o renomado supermercado dos Jardins, como por exemplo o doce de leite Viçosa, considerado 8 vezes como o melhor do Brasil, o que de fato é.

34792644_1296886023779916_2617633471417286656_n

34963437_1296886300446555_7704761395870433280_n

 Fatto a mano

34984492_1296886457113206_1516768031294881792_n

Uma grande família italiana

34934460_1296886077113244_4120807574738042880_n

35058339_1296885693779949_3307343818302423040_n

34837309_1296885717113280_6695476555558158336_n

34823316_1296885960446589_5392400168194670592_n

34880133_1296886423779876_987826088484798464_n

O provolone é servido em fatias, com três tipos de geleia. Tudo sem frescura. O milho crocante é uma gostosura, preparado com canela e mel. Há um palmito que derrete na boca, de tão macio e maravilhoso. A pessoa come ali o que está exposto, ao gosto do freguês, e aquilo que desperta apetite. Não há a menor formalidade. Há patês incrivelmente divinos preparados com esmero por Vanda e Brás, que recebem em alguns fins de semana a visita de Harleys Davidsons, apaixonados que são pelo lugar.

O Armazém da Vanda e do Brás, (pode e deve ser chamado de Armazém da Vanda e do Brás – porque a moça trabalha muuito). A casa recebeu nota 4,5, da nota máxima 5,  de 161- avaliações da Trip Advisor. Resumindo: quem vai ama, não quer ir embora tampouco parar de comer! Mangia che te fa bene.

Vale à pena super a visita.

R. Cel. Alípio Cardoso | CentroJoanópolis, 11 45397582

35054371_2090577431181091_6279803332819156992_n34881854_1296885737113278_5851960075433803776_n34919551_1296886137113238_1452523979200790528_n

34866677_1296886057113246_2032968202002104320_n

 O melhor doce de leite do Brasil

doce-de-leite-vicosa-8-vezes-o-melhor-do-brasil-D_NQ_NP_562321-MLB20732791871_052016-F

 

Você deve estar logado para comentar Login

Deixe um comentário