Notícias

Hidroxicloroquina: A receita de Porto Feliz vence o Corona

Por   | 

O prefeito de Porto Feliz, Antônio Cássio Habice Prado, que é médico e cirurgião, ampliou sua fama para fora dos domínios da cidade. O prefeito vem se destacando com medidas inovadoras no combate à epidemia. Ao lado da secretária de Saúde do município, que também é médica, idealizaram o “kit Covid”, que no caso é uma pequena cesta de primeiros socorros para combater a doença. E combate!

Porto Feliz está curando infectados com hidroxicloroquina

Assim como Atibaia que também optou por um caminho diferenciado, já no início em flexibilizar o comércio mas fiscalizar, o prefeito Cassio, em Porto Feliz se sai muito bem. E virou notícia nos próprios veículos que polemizam a eficácia do medicamento que a cidade vem usando com enorme sucesso. Porto Feliz foi destaque em várias emissoras e, no maior portal do país, inclusive em TVs de estados distantes. Dr. Cassio, como é chamado, não teve receio. Foi contra a maré e optou por sair da vala comum ao tratar a situação de forma técnica e não populista. Pesquisou sobre o medicamento, determinou checagem na temperatura da população e liberou os kits para o atendimento já no início dos sintomas. Resultado: os 10 leitos de emergência se mantiveram praticamente vazios.

Cassio é médico, formado pela Universidade de São Paulo, com residência em Cirurgia Geral e Gastrocirurgia no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, obteve o título de especialista em Cirurgia Geral e Gastrocirurgia pela Associação Médica Brasileira e pelo Colégio Brasileiro de Cirurgiões.

É pós-graduado em Medicina Intensiva, especialista em UTI, pelo Instituto Terzius com chancela da AMIB. Atuou como médico na Zona Rural de 1988 até 2001, na Fazenda Capoava, atendendo os trabalhadores da Usina Engenho Central e União São Paulo.

Para montar dois mil kits, distribuídos gratuitamente, a prefeitura de Porto Feliz gastou R$ 100 mil

Em vez de medidas puramente assistencialistas, o médico, e no caso prefeito, pesquisou na Europa sobre o polêmico medicamento defendido pelo presidente Jair Bolsonaro. Entendeu que seria sim adequado para conter a epidemia na cidade. Bingo! Distribuiu à comunidade, quando necessário, e já nos primeiros sinais de sintomas da doenç. O prefeito tratou de forma diferente do que se prega em campanhas publicitárias com viés políticos, para só procurar o hospital apenas quando a doença estiver avançada.

O kit covid-19 do prefeito Cássio, não demonizou, ao contrário, incluiu a hidroxicloroquina entregue aos pacientes em estágio inicial dos sintomas do novo coronavírus. Mesmo com a efetividade da droga que é discutida por associações médicas, entendeu que seria conveniente mesmo antes de ser incluída no protocolo do Ministério da Saúde. A cidade de Porto Feliz optou também, além de medições de temperatura em seus cidadãos, pelas barreiras sanitárias. Por fim, quem está com sintomas iniciais da covid-19, recebe o kit com hidroxicloroquina, azitromicina, enoxaparina, remédio para enjoo e anti-inflamatório, mas apenas se receita por um médico e assim a cidade vai vencendo a tragédia com equilíbrio e apenas duas mortes.

Em Porto Feliz, vereadores e prefeitura, juntas, contra a Pandemia. Presidente da Câmara, Saulo, entrega ao prefeito a ajuda financeira da Casa Legislativa

Apesar de alguns veículos de informação salientarem os aspectos negativos como efeitos colaterais da hidroxicloroquina, comum em qualquer medicamento, o mais famoso cardiologista do país, Roberto Kalil admitiu que fez uso do remédio e autorizou receber a hidroxicloroquina quando foi acometido pela doença.

A secretária Ana Paula Mello dos Santos, médica, que tem a prevenção como foco, foi destaque na TV e é elogiada pela população: Dos dez leitos disponíveis na cidade só 1 está sendo usado; efeitos colaterais são mínimos

Prefeito, que é diretor da Santa Casa, também se preocupa com a qualidade dos materiais de EPI para proteção dos profissionais de Saúde

O prefeito defende também o distanciamento social, o uso de máscara, e principalmente lavar bem as mãos, antídotos básicos contra a doença. Já que o jornalismo é feito de respostas, o prefeito é aliado ou pertence aos partidos do presidente ? Resposta: não.

Fernando Lorenzetti

Jornalista e colunista social. Passou por vários veículos de Imprensa, e atua como profissional de mídia, em redes sociais e no mercado editorial de revista. Por 10 anos assinou a coluna social do jornal Diário do Povo, em Campinas. Trabalhou na revista Metrópole do Correio Popular de Campinas, onde também pilotou o programa de TV " Festa, com Fernando Lorenzetti ", na Band, Rede Bandeirantes de Televisão. O jornalista colaborou com os mais importantes veículos de comunicação do país. Está no Instagran: @lorenzettifernando

Você deve estar logado para comentar Login

Deixe um comentário