Notícias

Prefeitura de Atibaia alerta contra abuso e exploração sexual de crianças

Por   | 

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente faz campanha para que casos de violência sejam denunciados

18 de Maio é lembrado como Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, em homenagem à menina Araceli Crespo, de 8 anos, que foi sequestrada, violentada e assassinada em 18 de maio de 1973. Em Atibaia, a data é marcada por uma campanha liderada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Condica) incentivando a denúncia de casos de violência.

Diariamente crianças e adolescentes são expostos a diversas formas de violência no país, e é fundamental que a sociedade se mobilize para proteger esses jovens. De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), no Brasil, uma criança ou adolescente é vítima de violência sexual a cada 15 minutos. A maioria dos casos acontece dentro de casa, e o agressor é conhecido ou alguém da família.

Cada um de nós é responsável por mudar essa realidade. É importante ficar atento, observar qualquer mudança nas reações de crianças e adolescentes, e não fechar os olhos. Se você testemunhar, souber ou suspeitar de violências sexuais, denuncie! O principal canal de denúncias é o Disque 100, mas é possível acionar Conselho Tutelar, Delegacia, Ministério Público e Centros de Referência de Assistência Social. O Disque 100 é um serviço telefônico de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violação de direitos humanos. As ligações são anônimas e o atendimento é 24 horas, todos os dias da semana.

O Condica realiza ações há mais de 10 anos em Atibaia no dia 18 de maio, em parceria com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e Organizações da Sociedade Civil, promovendo atividades e palestras nas escolas e a Marcha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Neste ano, assim como em 2020, devido à pandemia, a marcha não poderá acontecer, mas os conselheiros estão divulgando a campanha nas redes sociais, alertando para as situações de vulnerabilidade agravadas pelo isolamento social. print

Fernando Lorenzetti

Jornalista e colunista social. Passou por vários veículos de Imprensa, e atua como profissional de mídia, em redes sociais e no mercado editorial de revista. Por 10 anos assinou a coluna social do jornal Diário do Povo, em Campinas. Trabalhou na revista Metrópole do Correio Popular de Campinas, onde também pilotou o programa de TV " Festa, com Fernando Lorenzetti ", na Band, Rede Bandeirantes de Televisão. O jornalista colaborou com os mais importantes veículos de comunicação do país. Está no Instagran: @lorenzettifernando

Você deve estar logado para comentar Login

Deixe um comentário