Notícias

Altos e baixos da festa da Hipica

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
Email

“Esquenta” para Festa da Hípica

062

Bya Barros recebeu em sua nova mansão de Campinas para um “esquenta” antes da festa da Hípica. Champã rolando e altos papos. Bya estava usando um sapato, poderoso, como vocês podem notar.

061

A Festa

Pense numa festa, para mais de 3 mil pessoas onde a atração principal é uma dupla sertaneja. Agora pense uma seleção musical, no inicio, no estilo “Danubio Azul”. Pois é… A festa não foi uma decepção ou fracasso, mas também não foi exatamente uma Brastemp. Algumas pessoas reclamaram que faltou camarão. Foi um erro a escolha do prato. Camarão deve ser servido em pequenos jantares. Muitos garçons demoravam a servir bebida e, o vinho foi objeto de queixas. Algumas mulheres se atrapalharam. Teve gente que parecia ter alugado o vestido em loja de noivas.

Obviamente a grande maioria dos sócios da Hipica é de gente sofisticada e educada. Como a festa foi aberta, apareceu de tudo um pouco. As mesas ficaram empoleiradas quase impedindo a mobilidade. A água e o champanhe passaram de gelado para morno, rapidamente. O serviço de bufe, de ssa vez falhou.O ponto alto da festa foi a decoração do salão. Mesas bem arrumadas, e os talheres também, ok.

O casal presidente, Pupo, simpaticíssimo e sua Stela, felizes com o sucesso. Ela magérrima, de regatinha black, bem justa. Angela e Omarzinho Samara, bacanérrimos, Saulo Aparecido Duarte e Lucia, antenados. Marcio Urbano, “alone” ciceroneando com classe, DNA de berço. E Zeca Kahttar, como sempre, um ícone de carisma e alto astral, charme e simpatia. Dizem que um desses que acabo de comentar vai ser o próximo presidente do clube. Em off, ja tenho minha opinião formada. Mas cala te boca, Nandinho vai ficar mudinho. Elegantes também, Carmem e Renato Buratto.

Camarão

Uma senhora chegou a gritar no self-service. Aos berros reclamava “quero camarão, quero camarão”. A queima de fogos foi bonita. Mas há pouco tempo atrás as festas da Hípica tinham mais glamour, refinamento. Cristiane Khattar conseguia dar um toque especial e mais seletivo de coisa chic. Ah, a assessoria de Imprensa da Hípica, por sinal muito bem paga, pisou na bola mais uma vez. Teria que ter esclarecido aos convidados, mais adequadamente, a questão de trajes. Outra coisa é com relação ao exército de fotógrafos disponibilizados apenas para o casal presidente, enquanto a presença dos sócios muitas vezes deixa de ser registrada.

 

Lindas e Loiras: Bya Barros e Carmem Buratto

083

 

Muita gente bacana

Bya Barros tava poderosa, de calca de Stela Macthney igual a da Adriane Galisteu. Marquinho Cheddid provocando suspiros… Solange Thonon ficou perto da porta. Controlava tudo. Não tirava o olho de quem entrava ou saia. Djalma Kais e Gilberto super hiper bem vestidos, de Versace, impecáveis. Bya Picolotto, chi-quer-ri-ma!!! Gianni e Neusa Leoncini atentos. Neusa com uma roupa chic, com detalhes em pérolas.

207

 

Christiane Khattar e Bya Barros. Bya estréia na Absoluta

210

Mico

Chamar político em palco é uma coisa ultrapassada, sempre um mico. Por fim, vale esclarecer que o Blog faz os comentários de acordo com uma opinião pessoal. A Hípica é o clube mais exclusivo e sofisticado da cidade, frequentado pelo que há de melhor em Campinas. A opinião, no caso, tem a ver tão somente com o evento, – erros e acertos.

 

Marco Cheddid: “Continuo solteiro”

204

 

Jussara, a mais elegante

212
José Luiz Cintra Junqueira com a esposa, casal mais chic da festa

 Stela e Pedro Pupo, casal presidente batalhou pela festa

Foto: Revista Campinas ( Aladino)
Foto: Revista Campinas ( Aladino)
Fernando Lorenzetti

Fernando Lorenzetti

Fenando Lorenzetti é Jornalista, profissional de mídia, colaborador dos mais importantes veículos de Imprensa do país. Conta com mais de 250 mil seguidores em suas redes sociais e possui dezenas de grupos nas cidades da região de Campinas. Mantém contato diário, como informante, colaborador dos mais prestigiados articulistas e editores do país. Atua em redes sociais e desponta no mercado editorial, de revistas, com circulação no segmento de condomínios. Por 10 anos assinou uma página no jornal Diário do Povo, em Campinas, e página dupla central na revista Metrópole do Correio Popular. Atuou no Jornal da Cidade de Jundiaí e Jornal da região . Além da Folha Sudeste e Veja Interior. Pilotou o programa de TV " Festa, com Fernando Lorenzetti ", na Band, Rede Bandeirantes de Televisão por mais de uma década, sendo líder de audiência, e foi apesentador de TVs do seguimento News. O jornalista está no Instagran: @lorenzetti_fernando e em todas as demais redes sociais.