Notícias

Hortas escolares e comunitárias continuam sendo implantadas no Município

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
Email

Hortas escolares e comunitárias continuam sendo implantadas no Município

A Prefeitura de Bragança Paulista, por meio de um trabalho conjunto das Secretarias Municipais de Desenvolvimento dos Agronegócios, Educação e Meio Ambiente, vem desenvolvendo as hortas escolares e comunitárias no município. Muito além de espaços produtivos, as hortas promovem vivências educativas e de fortalecimento de vínculos comunitários.

Conforme informou o engenheiro agrônomo da Secretaria dos Agronegócios, Felipe Morais Del Lama, estão sendo preparados canteiros de escolas municipais e terrenos onde serão implantadas as hortas. Após a revitalização, serão fornecidos adubos para o plantio de condimentos básicos, como salsinha e cebolinha, entre outros. O plantio contará com a participação dos “pequenos horticultores” e técnicos da Secretaria de Desenvolvimento dos Agronegócios. Nesses canteiros serão realizados a capacitação, implementação, monitoramento e acompanhamento do projeto.

HORTA ESCOLAR

O objetivo do projeto “Horta Escolar: Cultivando Saberes” é proporcionar aos estudantes das escolas municipais o contato com a produção de alimentos vegetais, desde a fase da preparação do solo até a colheita, como forma de incentivo à alimentação saudável e como instrumento para a educação ambiental.

A Secretaria de Educação, por intermédio do Centro de Educação Ambiental Sala Verde Pindorama, elabora e coordena as atividades de Educação Ambiental, as quais devem ser trabalhadas de forma multidisciplinar. A Secretaria de Desenvolvimento dos Agronegócios fornece os adubos minerais e o composto, advindos da composteira do Posto de Monta, e orienta tecnicamente os envolvidos no projeto. A Secretaria do Meio Ambiente viabiliza a execução de ações ambientais.

A horta, inserida no ambiente escolar possibilita a união entre teoria e prática de forma contextualizada buscando capacitar os professores coordenadores e professores para o êxito das atividades, aumentando a conscientização e sensibilização de funcionários, professores, alunos e seus familiares na adoção de prática agrícola sustentável. A possibilidade de acompanhar o processo de construção da horta, desde a produção de adubo, plantio, cuidados e colheita, é uma estratégia para desenvolver a educação alimentar e nutricional de toda comunidade escolar.

O projeto “Horta Escolar: Cultivando Saberes” foi adiado devido à pandemia da Covid-19 e está sendo reestruturado pelas secretarias envolvidas, a fim de adequar suas etapas de execução, atualmente apenas duas escolas estão em atividades com as hortas e assim que retornarem as aulas presenciais, as demais continuarão sendo cultivadas.

HORTAS COMUNITÁRIAS

Nas hortas comunitárias, a Prefeitura disponibiliza as sementes e equipamentos para o trabalho na terra. O projeto conta com o apoio dos técnicos que orientam o responsável de cada canteiro com noções de plantio e cultivo de diferentes produtos. Além de ser destinada ao consumo próprio de quem cultiva, a produção da horta comunitária ainda poderá ser comercializada.

Atualmente está em atividade a horta em terreno no Conjunto Habitacional Saada Nader Abi Chedid, que pertence ao Projeto Casulo. A ideia é estender o projeto para outros bairros, com intuito de viabilizar o uso de espaços ociosos para produção de alimentos através do trabalho voluntário.

Como é preciso aguardar condições climáticas favoráveis, o início do plantio deve acontecer a partir de setembro.

Os presidentes de associações de bairro que queiram participar da construção de hortas comunitárias, devem entrar em contato com a equipe da Sala Verde Pindorama – Centro de Educação Ambiental pelo telefone (11) 4034-8600 ou pelo e-mail [email protected]

Fernando Lorenzetti

Fernando Lorenzetti

Fenando Lorenzetti é Jornalista, profissional de mídia, colaborador dos mais importantes veículos de Imprensa do país. Conta com mais de 250 mil seguidores em suas redes sociais e possui dezenas de grupos nas cidades da região de Campinas. Mantém contato diário, como informante, colaborador dos mais prestigiados articulistas e editores do país. Atua em redes sociais e desponta no mercado editorial, de revistas, com circulação no segmento de condomínios. Por 10 anos assinou uma página no jornal Diário do Povo, em Campinas, e página dupla central na revista Metrópole do Correio Popular. Atuou no Jornal da Cidade de Jundiaí e Jornal da região . Além da Folha Sudeste e Veja Interior. Pilotou o programa de TV " Festa, com Fernando Lorenzetti ", na Band, Rede Bandeirantes de Televisão por mais de uma década, sendo líder de audiência, e foi apesentador de TVs do seguimento News. O jornalista está no Instagran: @lorenzetti_fernando e em todas as demais redes sociais.